Poesia Esotérica Imparcialista

Fertilidade

Diz à lenda que as estrelas
Foram feitas da ejaculação de um deus,
Mas os deus não ejaculam,
Gozam de eternidade e não ejaculam.
Os deuses se consomem em si
Feito o dragão que come a própria calda.

Um deus é abismos com fome
De profundezas e eternidade.
Um deus é fogo que se consome.

Se eu fosse um deles
Existiria tanto...que agonizaria de existir.
Os deuses não ejaculam,
 Estão tudo se cria
Porque tudo mais ejacula
E navega no vento,
Vai nas asas de um morcego
Ou de um passarinho,
Viajam no tempo e no espaço
Sem conceito de pecado capital,
Fornicação e adultério.

Josias Maciel
J.Nunez

Nenhum comentário:

Postar um comentário