Possuir bens passou a ser sinônimo de alcançar a felicidade:

Carvalho (1998, p. 12): Possuir bens passou a ser sinônimo de alcançar a felicidade: os artefatos e os produtos proporcionam a salvação do homem, representam bem-estar e êxito. Sem a auréola que a publicidade lhes confere, seriam apenas bens de consumo, mas mitificados, personalizados, adquirem atributos da condição humana. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário