PARTICIPAÇÃO NA ESCOLA

 Wittmann e Klippel (2010, p. 106): Na forma de participar, a participação pode ser submissa, colaborativa, e coautora. Na participação submissa, os diferentes atores podem participar de reuniões apenas para ouvir o que o diretor tem a dizer, ou para ouvir queixas dos professores sobre seus filhos, ou ainda, solicitação de ajuda para ensina-los. Essa forma passiva, submissa e subserviente não oferece condições para uma prática democrática necessária para a educação emancipadora. Pelo contrário, ela obstaculiza e impede a participação necessária. Na participação colaborativa, os atores falam, dão sugestões e apontam alternativas e possibilidades para melhorar a prática pedagógica, mas não participam da tomada de decisão, não acompanham o processo nem participam da avaliação do resultado. Embora esta forma de participação seja bem mais avançada do que a participação submissa, ela não é suficiente para a democratização exigida numa educação autônoma e emancipadora. A participação coautora implica o envolvimento que, além da presença atenta e consciente, bem como das opiniões e das sugestões, exige tomada de decisão, acompanhamento da execução e avaliação dos resultados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Educação Marília

Idep

WWW.CIDADEDEMARILIA.COM

Ideb: Marília ficou em segundo lugar no Estado, atrás apenas de Indaiatuba

A Rede Municipal de Ensino de Marília obteve a nota 7,2 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que é a maior desde q...