UNINTER - TRABALHO SOBRE INCLUSÃO


A tecnologia a serviço da inclusão social, da saúde e do direito.


A tecnologia  assistiva e a educação de crianças com necessidades especiais.

André Ventura mora na cidade de Jaboatão dos Guararapes um município do estado de Pernambuco, é um dos muitos casos de inclusão social promovido pela Tecnologia Assistiva.  

André Ventura tem 6 anos e foi diagnosticado com leucemia, é aluno da rede pública de  Jaboatão. As sequelas da doença deixou André sem os movimentos dos braços e das pernas. Com o agravamento da enfermidade ele deixou de freqüentar a escola.
  
Graças aos avanços tecnológicos aplicados ao ensino, André pode comunicar  à distância com seus professores e seus colegas de classe, ali da sala de sua casa.
O recurso utilizado vai um pouco além da videoconferência. Para a condição especial de André foram desenvolvidas ferramentas que adaptam as suas limitações possibilitando que  ele movimente cursor com a cabeça e com os lábios realize os cliques nas suas escolhas na tela do computador.

 Depois de André muitas outras crianças serão beneficiadas  com a criação do Handsfree,  Instituto em fins lucrativos que trabalha com a Tecnologias Assistivas.
A viabilização de reinserção de alunos com necessidades especiais em sala de aula é um feito extraordinário porque vai muito além da inclusão dessas crianças na escola, é a possibilidade de oferecer a essas crianças a educação que já é um direito adquirido, dando a elas a oportunidade de vivenciar um ambiente próprio a sua idade.  
 O caso de André é um dos muitos exemplos de como a tecnologia assistiva pode participar e modificar a educação, trazendo recursos e viabilizando o que há pouco tempo era possível. A inserção do aluno no ambiente escolar, como é o caso de André, trouxe ao menino uma alegria e uma vontade de participar do ambiente escolar, e ainda  deu a ele um estímulo para a recuperação de sua saúde e de sua vida social. 
Nas palavras de André podemos ver a emoção de retornar a sala de aula através da tecnologia: “Foi muito bom. Eu sentia muita saudade da escola, ficava muito triste por não poder ir”.
O prefeito da cidade de Jaboatão dos Guararapes,  Anderson Ferreira, cometa sobre a necessidade de parcerias e sobre os ajustes e melhoras que podem ser realizadas no decorrer da implementação do projeto de Tecnologias Assistivas :  “Nós estamos buscando parcerias com a iniciativa privada para expandir ainda mais o atendimento. Acreditamos na inclusão que essas tecnologias proporcionam e no ganho de vida para as crianças”
O  Insituto Handsfree  disponibiliza o atendimento de acordo com o laudo médico que comprove a necessidade e a impossibilidade do aluno em freqüentar à escola.
Um pouco mais sobre tecnologia assistiva.
A Tecnologia Assistiva é um termo que ainda não estamos acostumados por ser um conceito novo, porém podemos notar que cada vez mais a tecnologia está sendo usada para promover  à inclusão da criança e do adulto na vida social, e ainda para gerar melhorias na saúde e  promover a vida  independência. Essa prática da tecnologia a serviço da educação e da inclusão, de um modo geral, pode ser definida com um arsenal de recursos e serviços que tem como finalidade o bem social para as pessoas que precisam desses recursos. Apesar de ser uma nova modalidade de serviço e produtos, e um novo conceito que abrange as áreas de educação, direito e medicina, quando pesquisamos um pouco sobre o tema, notamos que a Tecnologia Assistiva não esta tão distante de nosso dia a dia. É possível encontrar até feiras como a Mobility & Show SP, dedicadas as pessoas com deficiências ou mobilidades reduzidas, como essa que aconteceu em São Paulo no Campo de  Marte, já está em sua terceira edição.
O evento possibilita a exposição e comercialização dos mais variados produtos e serviços que tem como objetivo a mobilidade, a inclusão e a independência da pessoa com necessidades especiais.
Entre os possíveis consumidores desses produtos e serviços estão os idosos, crianças de todas as idades e pessoas com vida social ativa, mas com a mobilidade reduzida.
Alguns produtos e serviços comercializados e divulgados na feira  Mobility & Show SP: montadoras, de veículos especiais, serviços informações, direitos  e benefícios,  autoescolas especializadas,  clinicas médicas, profissionais da área de saúde, educação e direitos,   cadeiras de rodas, órteses, próteses e muitos outros produtos voltados para a tecnologia assistiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Educação Marília

Idep

WWW.CIDADEDEMARILIA.COM

Ideb: Marília ficou em segundo lugar no Estado, atrás apenas de Indaiatuba

A Rede Municipal de Ensino de Marília obteve a nota 7,2 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que é a maior desde q...