TRABALHOS UNINTER: INCLUSÃO E FAMÍLIA


A FAMÍLIA DENTRO DO DIA A DIA DA ESCOLA.

         A participação da família na educação da criança pode ocorre nas atitudes mais simples do dia a dia. Perguntar para os filhos os nomes de seus professores e de outros funcionários é muito importante para a criança, que se sentirá segura, incluída e orgulhosa com o envolvimento e o interesse de seus pais com a sua vida escolar.
A integração dos pais com a comunidade escolar é capaz de levar a família para o dia a dia da criança dentro e fora da escola. Aproximar da comunidade escolar é apenas o primeiro passo para que torne possível a inclusão dos pais, alunos, professores e outros funcionários da comunidade escolar dentro de um dever que é de todos, com prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente:
Art. 4º É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.

A vida e os momentos da criança na comunidade escolar é muito diferente da vida e dos momentos em que a criança passa no seio familiar, há muitos contextos para o dia a dia da criança, esse fator é comum a todas as pessoas, do mesmo modo, os pais não são os mesmos fora de seus contextos familiares. Por esse motivo é importante que os pais conheçam os amigos de seus filhos, tenho um contato com os pais dos amigos de seus filhos, para que não fiquem distantes das vivencias e experiências dos filhos fora do contexto familiar.       
As crianças em idade escolar esperam que seus pais perguntem como foi o dia na escola, o que fizeram, se elas têm tarefas, trabalhos e provas. Os pais que interagem com a vida escolar do aluno estimulam à criança e ainda despertam nelas a vontade de ser exemplo e orgulho para a família e a escola. Pais que se mostram interessados na vida escolar e na aprendizagem de seus filhos perguntando a eles sobre a vida escolar, seus aprendizados, suas dificuldades e são muito bem vindos na comunidade escolar. Esses pais demonstram que são responsáveis e não delegam a responsabilidade e a educação de seus filhos a terceiros.  Segundo Içami Tiba o papel da família é marcante e reflete na educação escolar.
                                      É dentro de casa na socialização familiar, que um filho adquire, aprende e absorve a disciplina para um futuro próximo, ter saúde social [...]A educação familiar é um fator bastante importante na formação da personalidade da criança desenvolvendo sua criatividade ética e cidadania refletindo diretamente no processo escolar. (TIBA, 1996, p.178)
Não devemos olhado com naturalidade o fato de ocorrer em muitas comunidades, onde situam as escolas, pais que não se interessam pela vida de seus filhos dentro da escola. Esse desinteresse se estende para fora da escola também, essa negligencia dos pais, em casos mais graves, podem ser considerados crimes como prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente:  Art. 5º - Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão, aos seus direitos fundamentais.
Podemos afirmar que pais que não acompanham a vida da criança dentro e fora da escola não podem orientar seus filhos no melhor caminho, e ainda delegam essa função a outras pessoas, que muitas vezes não tem a mesma formação cultural, moral, religiosa e ética da família da criança. Essas influências fora da família podem ocorrem em um momento em que a criança ainda não tem condições de julgar qual é o melhor caminho para a sua vida. É lamentável que a negligência e a “terceirização’’ da educação dos filhos sejam olhadas com certa naturalidade. O papel da escola, em muitos casos, é confundido com o papel da família. 
   

Referências Bibliográficas

TIBA, Içami. Quem Ama Educar! 68. ed. São Paulo: Editora Gente, 2002.
Texto disponível no site: ttp://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=247&ativo=285&Itemid=277Acesso em: 15 de mar. 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Educação Marília

Idep

WWW.CIDADEDEMARILIA.COM

Ideb: Marília ficou em segundo lugar no Estado, atrás apenas de Indaiatuba

A Rede Municipal de Ensino de Marília obteve a nota 7,2 no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), que é a maior desde q...