(OLIVEIRA, 2003, p.41)

 “Ninguém pode ser feliz na ignorância, na irreflexão, e na ociosidade.” (OLIVEIRA, 2003, p.41)  


A instrução pública primária tem melhorado no município da Corte, e mais sensíveis teriam sido seus progressos se houvessem extirpado as diversas causas de que há muito entorpecem o seu desenvolvimento, as quais principalmente consistem na deficiência de pessoal habilitado para este gênero de instrução; mesquinha remuneração e nenhum futuro dos Professores; na falta de edifícios apropriados para o 107 ensino, e na falta de inspeção nas escolas das Freguesias mais distantes. (BRASI, 1851, p.5) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário