INCLUSÃO SEGUNDO TERESA MANTOAN

mariateresemantoan divulgacao unicamp

Maria Teresa Mantoan/ Unicamp


"A educação e o desenvolvimento moral, na escola, estão intimamente relacionados com o modo pelo qual o professor concebe a disciplina" (Mantoan 2000, p: 116).
Mantoan (2000, p:116)

Mantoan (1998) “A noção de base em matéria de integração é o princípio de normalização, que não sendo específico da vida escolar, atinge o conjunto de manifestações e atividades humanas e todas as etapas da vida das pessoas, sejam elas afetadas ou não por uma incapacidade, dificuldade ou inadaptação. A normalização visa tornar acessível às pessoas socialmente desvalorizadas, condições e modelos de vida análogos aos que são disponíveis, de um modo geral, ao conjunto de pessoas de um dado meio ou sociedade; implica a adoção de um novo paradigma de entendimento das relações entre as pessoas fazendo-se acompanhar de medidas que objetivam a eliminação de toda e qualquer forma de rotulação”




 Mantoan : A noção de inclusão não é incompatível com a integração, porém institui a inserção de uma forma mais radical, completa e sistemática. O vocabulário integração é abandonado, uma vez que o objetivo é incluir um aluno ou um grupo de alunos que já foram anteriormente excluídos; a meta primordial da inclusão é a de não deixar ninguém no exterior do ensino regular, desde o começo. As escolas inclusivas propõem um modo de se constituir o sistema educacional que considera as necessidades de todos os alunos e que é estruturado em virtude dessas necessidades. A inclusão causa uma mudança de perspectiva educacional, pois não se limita a ajudar somente os alunos que apresentam dificuldades na escola, mas apóia a todos: professores, alunos, pessoal administrativo, para que obtenham sucesso na corrente educativa geral.  (1997, p: 145).


 Mantoan (2000, p. 56): a inclusão não é simplesmente inserir a pessoa na escola e nos ambientes destinados a sua educação, saúde, lazer, trabalho. Incluir implica acolher a todos os membros de um grupo, independente de suas peculiaridades, é considerar que as pessoas são seres únicos diferentes uns dos outros, e, portanto, sem condições de serem categorizados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário