Educação está com processo de cadastro aberto para interessados em atuar em unidades de modelo integral



Professores que querem atuar no modelo integral de SP têm até dia 6 para fazer inscrição


Professores que querem atuar no modelo integral de SP têm até dia 6 para fazer inscrição

Cadastro de reserva é online e válido a educadores efetivos e estáveis; rede estadual mantém unidades de Fundamental e Médio com jornada estendida
SEG, 30.10.2017

A Educação está com processo de cadastro aberto para interessados em atuar em unidades de modelo integral em 2018. Em São Paulo, os educadores trabalham em regime de dedicação exclusiva e têm direito à gratificação de 75% sobre o salário. A inscrição é online e vai até 6 de novembro no endereço daSecretaria Escolar DigitalPara ter acesso à plataforma, basta utilizar a senha de usuário do Portalnet e clicar no link “Sistema de Credenciamento”.
Podem participar da seleção profissionais com os seguintes critérios: servidor efetivo ou estável da Secretaria; com licenciatura plena; e na rede há pelo menos três anos. Após preencher o formulário com dados pessoais e informações sobre a experiência e formação, os candidatos são convocados para a fase de entrevistas na Diretoria Regional de Ensino. Titulares de cargo de diretor e professor.
A classificação final será divulgada nos dias 19 e 20 de dezembro. Os candidatos aprovados serão chamados conforme a oferta nas 91 Diretorias de Ensino. Nas escolas de tempo integral, os professores e gestores atuam em uma mesma unidade durante todo o horário de funcionamento, totalizando 40 horas semanais.
Modelo integral paulista
O perfil adotado por São Paulo oferece aos estudantes um currículo diferenciado. Somam-se às disciplinas da Base Nacional Comum, novidades como: eletivas, aulas experimentais, projeto de vida, clube juvenil e tutoria. Também merece destaque a estrutura física (com laboratórios e refeitórios) que essas escolas mantêm e são determinantes no aprendizado dos estudantes.
Resultados do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) e do Saresp (Sistema de Avaliação e Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) mostram que as escolas de Ensino Médio com jornada integral atingiram em 2016 a marca histórica de 73,4% na comparação com 2012, primeiro ano do programa na rede paulista. O índice saltou de 2,14 para 3,71.

Nenhum comentário:

Postar um comentário