Duas escolas de Santos serão fechadas em 2018


Fonte:Atribuna

A Diretoria Regional de Ensino de Santos informou que a partir do ano que vem não haverá mais aulas da rede nas escolas estaduais Braz Cubas e Cleóbulo Amazonas Duarte. Os alunos das unidades serão transferidos para outras escolas. 
Segundo o dirigente regional de Ensino, João Bosco, hoje, os colégios estão funcionando com um número muito aquém de suas capacidades. Só de janeiro a setembro deste ano, segundo ele, 85 estudantes pediram transferência do Cleóbulo.
“Essas escolas vêm perdendo muitos alunos por conta das mudanças das famílias. Hoje, no Cleóbulo, por exemplo, há uma classe de 9º ano do Fundamental, dois primeiros, dois segundos e um terceiro ano do Ensino Médio, somando 160 alunos com frequência média. O prédio tem capacidade para cerca de 600”, garante o dirigente.

Atualmente, além das aulas, o Cleóbulo abriga a Diretoria de Ensino de Santos. Com a mudança, a expectativa do Governo do Estado é utilizar todo o prédio para as atividades do órgão, levando para lá as ações de capacitação de professores e também a programação da Rede do Saber, com videoconferências.
Os alunos que deveriam continuar no Cleóbulo no ano que vem terão matrículas garantidas na escola Visconde de São Leopoldo e os docentes serão remanejados para unidades próximas. 
“A Visconde tem total capacidade e está preparada para receber esses alunos dentro das normas em relação a alunos por classe. Hoje, há salas com 16 alunos. Não há condições de mantermos uma escola funcionando com um número tão baixo de estudantes”, frisa Bosco.
No caso da escola Braz Cubas, o dirigente garante que o prédio, com capacidade para 2 mil alunos, tem presença média de 160. 
“Matriculados há um pouco mais. Porém, frequentando aulas é isso. Esses alunos, por sua vez, serão transferidos para a escola Primo Ferreira”, detalha ele, que ainda complementa que o prédio deverá ser disponibilizado para a rede municipal de ensino.
Em 2015, a chamada reorganização proposta pelo Governo do Estado – e que foi o estopim das ocupações nas escolas estaduais, inclusive do Cleóbulo – previa encerrar as atividades em quatro escolas da região, uma delas o Braz Cubas. 
Compartilhada
Outra mudança deve acontecer na Educação de Jovens e Adultos da Escola Bartolomeu de Gusmão. Segundo Bosco, quase a totalidade dos alunos desta etapa são do bairro Jardim São Manoel e tinham que se deslocar até o Saboó, onde fica a unidade.
“Então, em um acordo com a Prefeitura, faremos uma gestão compartilhada na escola dentro do próprio São Manoel, a UME José Carlos de Azevedo Júnior. A Prefeitura irá disponibilizar o prédio e o Estado, os docentes para que à noite as aulas aconteçam lá”.
fonte:http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/santos/governo-do-estado-fechara-duas-escolas-em-santos-a-partir-de-2018/?cHash=e4c717f40dd356b0b5a15df28b905849

Nenhum comentário:

Postar um comentário