O planejamento de aulas

Resultado de imagem para avaliação  na escola



Haydt (2006, p.127) “é por meio dos conteúdos que transmitimos e assimilamos conhecimentos, mas é também por meio do conteúdo que praticamos as operações cognitivas, desenvolvemos hábitos e habilidades e trabalhamos as atitudes.”


O preparo das aulas é uma das atividades mais importantes do trabalho do profissional de educação escolar. Nada substitui a tarefa de preparação da aula em si. (...) faz parte da competência teórica do professor, e dos compromissos com a democratização do ensino, a tarefa cotidiana de preparar suas aulas (...) (FUSARI, 2008, P. 47).

“mobilizar seus esquemas cognitivos ( esquemas operativos de pensamento)”, a segunda refere-se à orientação em relação ao esforço do aluno em aprender, “ ajudando-o a construir seu próprio conhecimento” ( HAYDT, 2006).



 Cabe ao professor, durante sua intervenção em sala de aula e por meio de sua interação com a classe, ajudar o aluno a transformar sua curiosidade em esforço cognitivo e a passar de um conhecimento confuso, sincrético, fragmentado, a um saber organizado e preciso (HAYDT, p. 57).


 “O planejamento é um processo que envolve operações mentais como: analisar, refletir, selecionar, estruturar, distribuir ao longo do tempo, prever forma de agir e organizar”, Haydt (2006)


 Haydt (2006) : A culminância, ou melhor, o resultado do processo de planejamento da ação docente é o plano didático. Em geral, o plano didático, assume a forma de um documento escrito, pois é o registro das conclusões do processo de previsão das atividades docentes ( HAYDT, p. 99).



 Libâneo (1994, p. 250) : “ O professor serve, de um lado dos conhecimentos do processo didático e das metodologias especificas das matéria e, de outro, da sua própria experiência prática”


 Karling (1991), Planejamento em ensino é a previsão dos resultados ou objetivos educacionais, gerais, ou específicos que pretende alcançar, seguidos da previsão do conteúdo, dos procedimentos de ensino e dos meios auxiliares necessários para alcançá-los. No planejamento, deve ser considerado também para quem se vai planejar, o tempo necessário para se alcançar os objetivos ( 1991, p. 302).


“o planejamento não assegura por si só, andamento do processo de ensino” (LIBÂNEO, 1994, p. 225).


Vasconcellos (idem p. 79) : “Planejar é antecipar mentalmente uma ação ou um conjunto de ações ser realizadas e agir de acordo com o previsto. Planejar não é, pois, apenas algo que se faz antes de agir, mas é também agir em função daquilo que se pensa.”


O planejamento  visto como : “o processo, contínuo e dinâmico, de reflexão, tomada de decisão, colocação em prática e acompanhamento, o qual direciona a prática, tem uma relação intrínseca com ela”, (VASCONCELLOS, p.80).


“visa dar respostas a um problema estabelecendo fins e meios que apontem para sua superação, de maneira que venha atingir objetivos antes previstos, pensando e prevendo necessariamente o futuro”. (LIBÂNEO, 1992, p.221)

Os alunos  buscam:  “suas necessidades de interrogar, buscar, conhecer, assimilar e desenvolver-se como um todo integrado” (TURRA, 1992, p. 49).

Padilha (2001)  “visto que esta tem como características básicas: evitar a improvisação, prever o futuro, estabelecer caminhos que possam nortear mais apropriadamente a execução da ação educativa, a partir dos resultados da avaliação da própria ação, (p. 30)”.