MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status.

“Estarei fazendo o papel de um sociólogo típico se começar dizendo que pretendo dividir o conceito de cidadania em três partes. (...) Chamarei estas três partes, ou elementos, de civil, política e social.” (MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar,s.d., p. 63.)

“Quem pretende explicar a experiência partidária brasileira precisa se defrontar com dois traços que mais chamam atenção. O primeiro aspecto diz respeito à falta de continuidade das formações partidárias que emergiram e, por conseguinte, à curta duração de tais experiências, cujo término deveuͲse, na maioria das vezes, a rupturas institucionais por que passou o País. O segundo aspecto que chama a atenção em nossa história partidária está relacionado com o contexto ou meio em que os partidos surgiram e se desenvolveram inicialmente.” (BRAGA, M. do S. S.; INÁCIO, M. M. “Partidos, eleições e governo”. In: MORAES, A. C. (coord.). Sociologia: ensino médio. Ministério da Educação, Secretaria da Educação Básica. Brasília: 2010. Cap. 13: p. 267Ͳ288. p.276.)