(Bronckart, 2000:5)

 “a ‘realização semiótica’ de uma ação de linguagem situada, que se efetua tomando um dos modelos de gêneros disponíveis no intertexto de uma determinada língua natural” (Bronckart, 2000:5). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário