consumismo: a dependência do individuo

[...] o advento de uma sociedade de serviços, a propagação do consumo, a dependência do individuo a “círculos” sempre mais diferentes da vida social, estimulando sua aparente autonomia, sua “deslocalização”, enquanto se aceleram as mobilidades e os mercados. Uma intensa personalização do parecer se impôs como fenômeno de massa e também em princípio imediato de valorização (VIGARELLO, 2006, p. 182).

Nenhum comentário:

Postar um comentário