(DIONISIO, 2005, p. 76)

Manter um repertório vasto e flexível de práticas, desempenhar papéis e ativar recursos que dêem expressão às dimensões operativas, culturais e críticas, atuando, tanto: como decodificador, pela mobilização de recursos necessários para abrir o código dos textos escritos, reconhecendo e usando traços e estruturas convencionais da organização do texto; como participante textual, participando na construção de sentidos, tendo consideração, por relação com as experiências e conhecimentos sobre outros discursos, textos e sistemas de significação. (DIONISIO, 2005, p. 76)

Nenhum comentário:

Postar um comentário