Cultura, classes dominação e trabalho

Cultura: Canclini (1997),  “(...) conjunto dos processos sociais de produção, circulação e consumo da significação na vida social” (p. 35).




Karl Marx, O Capital (1867): “(...) a forma mercadoria e a relação de valor dos produtos de trabalho, na qual ele se representa, não têm que ver absolutamente nada com a sua natureza física e com as relações materiais que daí se originaram. Não é mais nada que determinada relação social entre os próprios homens que para eles aqui assume a forma fantasmagórica de uma relação entre coisas (p. 71)”. 


Robert Kurz (1997) : “(...) já não é mais necessário recorrer a sofisticadas “teorias da manipulação” para explicar como as classes dominantes conseguiram impor à maioria, durante milênios, um sistema de exploração”(p.12). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário