A polícia, a sociedade e o cidadão


“Uma sociedade é livre na medida em que propicia o choque de opiniões e o confronto de idéias. Desses choques e confrontos nasce a Justiça e a Verdade, garantindo o progresso e a auto-reforma dessa sociedade”. (Stuart Mill)


Egon Bittner: "Polícia é aquela organização que tem a legitimidade de intervir quando alguma coisa que não devia estar acontecendo, está acontecendo, e alguém tem que fazer alguma coisa agora!"

Rolim (2006, p.29): "...as primeiras forças policiais modernas estruturaram seu trabalho a partir de vínculos bastante próximos com os cidadãos. O centro desses vínculos foi estabelecido com as 'rondas policiais', feitas a pé por patrulheiros conhecidos pela comunidade e que com ela interagiam.".

Guilherme Zanina Schelb: “Uma das mais eficazes formas de prevenção da violência e da criminalidade será a identificação precoce, a intervenção imediata e o encaminhamento correto das situações de suspeita de  abusos contra a infância.”


.”A polícia comunitária, aquela que diuturnamente convive com o povo, não é senão a visão da polícia à luz do valor da amizade; e é a única solução a ser dada com êxito para resolver a preocupante questão da violência, sobretudo nas grandes cidades.”(Miguel Reale. 1910-2006)



Rolim , (2006. p.23-24): "Os policiais devem atuar segundo regras claras definidas pela legislação e pelos seus próprios estatutos, mas eles devem aplicar esses comandos ao pé da letra em todas as situações? Ainda que a resposta seja afirmativa, é possível compreender a atividade policial sem considerar a enorme margem de escolha dentro da qual cada profissional de segurança pública e suas agências operam? Policiar não pressupõe, afinal de contas, estabelecer prioridades e decidir, em última instância, quando usar da autoridade legal e quando isso simplesmente não vale a pena? Mas se cabe aos policiais apenas "aplicar a lei", isso não estaria a sugerir que não existem decisões importantes a serem tomadas e que, consequentemente, as comunidades e os cidadãos nada têm a fazer quanto à definição das atividades policiais?".


Nenhum comentário:

Postar um comentário