Trabalhadores, valorização e produtividade (BRUM, 1998, p.24)


“Toda empresa em qualquer organização tem um mercado interno de empregados que deve receber a primeira atenção.” (GRÖNROOS, 1995, p.278).

 “Não faz sentido prometer serviço excelente antes dos funcionários da empresa estarem prontos para fornecê-lo.” Kotler (2000, p.44)


O que vemos, diante de nós, é um novo contrato onde os empresários prometem tratar seus funcionários como capital humano, oferecendo-lhes benefícios mais atraentes, sistemas de controle mais modernos, estímulos ao aumento da produtividade, ambientes flexíveis e saudáveis e, principalmente, acesso a todo e qualquer tipo de informação. (BRUM, 1998, p.24).


Nenhum comentário:

Postar um comentário