"temos que criar a nós mesmos como uma obra de arte". (Foucault, 1995a: 262).

"O que me surpreende é o fato de que, em nossa sociedade, a arte tenha se transformado em algo relacionado apenas a objetos e não a indivíduos ou à vida; que a arte seja algo especializado ou feito por especialistas que são artistas. Entretanto, não poderia a vida de todos se transformar numa obra de arte? Por que deveria uma lâmpada ou uma casa ser um objeto de arte, e não a nossa vida?" (Foucault, 1995a: 261)

"temos que criar a nós mesmos como uma obra de arte". (Foucault, 1995a: 262). 

"Devemos mudar totalmente nosso modo de ser, nossa relação com os outros, com as coisas, com a eternidade, com Deus, etc. e se produzirá uma verdadeira revolução sob as condições dessa mudança radical de nossa experiência". (Foucault, 1994a: 749). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário