A Formação de Professores (CARRASCOSA, 1996: 10-11)

“não se dá apenas pelas experiências objetivas, mas também pelo próprio falar sobre as experiências e entendimentos do mundo dos esportes”. (KUNZ, apud OLIVEIRA, 2005, p.118 e 119).


a formação de um professor é um processo a longo prazo, que não se finaliza com a obtenção do título de licenciado (nem mesmo quando a formação inicial tiver sido de melhor qualidade). Isso porque, entre outras razões a formação docente é um processo complexo para o qual são necessários muitos conhecimentos e habilidades, impossíveis de ser todos adquiridos num curto espaço de tempo que dura a Formação Inicial (CARRASCOSA, 1996: 10-11).


 formação recebida por formandos já profissionalizados e com vida ativa, tendo por base adaptação contínua a mudanças dos conhecimentos, das técnicas e das convicções de trabalho, o melhoramento de suas qualificações profissionais e a sua promoção profissional e social (NASCIMENTO, 1995 apud MERCADO, 1999: 105).


A realização da formação na própria escola é um grande passo nesse sentido, não somente porque ela constitui um coletivo de formação, mas também porque a formação acontece no local de trabalho do professor, ficando menos facilmente separada das práticas. (PERRENOUD, 1998: 209)


 “(...) tiver uma direção comprometida com a transformação e disposta a acompanhar os professores nessa caminhada...” (MEDIANO, 1999: 94).



Nenhum comentário:

Postar um comentário