A educação e a escola Freire (1987)


Freire (1987), "ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo"


 "os grupos e indivíduos que vêm sistematicamente perdendo seus direitos de cidadania, que se encontram carentes dos meios de vida e fontes de bem estar social, com baixíssimos rendimentos, falta de moradia, de acesso à educação e saúde, e que não encontram meios de se inserirem no mercado de trabalho. Mammarella'' (2000, p.52)

 Paro (2002, p.14) "A gestão democrática própria propícia condições concretas de participação das camadas trabalhadoras nos destinos da educação escolar."


Haydt (1997, p. 11) "A Educação, como fato social possibilita que as aquisições culturais do grupo sejam transmitidas em novas gerações, contribuindo, assim para a subsistência do grupo como tal."
 
 Meneses (1998, p.96) "Nesse período, inicia-se, pela primeira vez, uma relativa descentralização do sistema, como um todo, concedendo-se considerável margem de autonomia."

Meneses (1998, p.96) "No tocante a estrutura de ensino a primeira LDB não trouxe soluções inovadoras, conservando as grandes linhas da organização anterior." 



Nenhum comentário:

Postar um comentário