Globalização (Rupert, 2000:42)


“(...) a globalização não tem sido nem  espontânea nem inevitável; tem sido um 
projeto político de uma constelação identificável de forças sociais dominantes e 
tem sido, e continua sendo, politicamente problemática e contestável”  
(Rupert, 2000:42)



“(...) uma acumulação substancial de evidências oriundas de uma série 
de contextos de todo o mundo sugere que o neoliberalismo possui sérios limites 
(...) em relação às questões de segurança humana, justiça social e democracia”  
(Scholte, 2002a:13).



“(...) o único consenso sobre a globalização é que ela é  contestada”  (Scholte, 2000:39).



Nenhum comentário:

Postar um comentário