BAKHTIN

“que é ideológico possui um significado e remete a algo situado fora de si mesmo” (BAKHTIN, 1997: 31)




a palavra está sempre carregada de um conteúdo ou de um sentido ideológico ou vivencial” (BAKHTIN, 1997: 95)



“o subjetivismo individualista tem toda a razão quando diz que não se pode isolar uma forma lingüística do seu conteúdo ideológico. Toda palavra é ideológica e toda utilização está ligada à evolução ideológica” (BAKHTIN, 1997: 122).



“Se não existissem os gêneros do discurso e se não os dominássemos, se tivéssemos de criá-los pela primeira vez no processo da fala, se tivéssemos de construir cada um de nossos enunciados, a comunicação verbal seria quase impossível” (BAKHTIN, 2000: 302).

Nenhum comentário:

Postar um comentário