A propaganda e o consumidor

Carvalho (2000) “a publicidade é baseada no conhecimento da Natureza Humana, sobre necessidades, desejos e impulsos humanos e as emoções que desencadeiam, sobre a técnica de persuasão e seu modo de operar”.


Mcluhan apud Allen (2002): “a publicidade on-line termina quando o dialogo começa


Tina Raver:  "uma imagem vale mais do que mil palavras. Acrescente-lhe música e valerá mais do que um milhão".


Kotler (1998): “propaganda é uma das ferramentas mais utilizadas em promoção e pode ser definida como qualquer forma paga de apresentação impessoal e de promoção de idéias, bens ou serviços por um patrocinador identificado”.



 Las Casas (2006) “a propaganda é uma forma de divulgação do produto que tem como objetivo informar e persuadir os consumidores ou usuários finais”.



Kotler “o objetivo da propaganda é vender soluções ou sonhos. A propaganda deve ser vinculada ás aspirações dos clientes”.






Kotler (1998) “Os objetivos da propaganda podem ser classificados em função de seu propósito em informar, persuadir ou lembrar o consumidor”.

Kotler (2003) ao usar as promoções de vendas as empresas devem estabelecer objetivos a ser alcançado, selecionar ferramentas certas, desenvolver o melhor programa, testá-los, programar-los e avaliar os resultados.



Kotler (1980)  “O problema de microprogramação envolve como alocar um conjunto de exposições de propaganda por um curto período de tempo, a fim de se obter o Maximo impacto no mínimo tempo”.


 Kotler (1986) “a propaganda tem o poder de influenciar o consumidor”


Divulgue acessando:


http://literaturaimparcialista.blogspot.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário