Gramática, normativa, descritiva, linguistica POSSENTI (1996)

( FRANCHI,apud TRAVAGLIA,2002) “(...) é o conjunto sistemático de normas para bem falar e escrever, estabelecidas pelos especialistas, com base no uso da língua consagrada pelos bons escritores”


“Sistema finito de regras que gera frases infinitas-nada mais e nada menos que todas as frases bem-formadas da língua-, prove as respectivas descrições estruturais, bem como as relações entre som (representação fonética) e significado(interpretação semântica)”.( apud LUFT,s/a,34 ).


POSSENTI (1996) : “(...) conjunto de regras que devem ser seguidas, com o objetivo de falar e escrever corretamente. Um exemplo de regra desse tipo é o que diz que o verbo deve concordar com o sujeito”.


TRAVAGLIA (2002): “gramática normativa é aquela que estuda apenas os fatos da língua padrão, da norma culta de uma língua. Essa gramática é uma espécie de lei que regula o uso da língua em uma sociedade”.




POSSENTI (1996): “(...) gramática descritiva, é definida como um conjunto de regras que são seguidas, é que orienta o trabalho dos lingüistas, cuja preocupação é descrever ou explicar as línguas como elas são faladas”.

TRAVAGLIA (2002) : “a gramática descritiva é a que descreve e registra para uma determinada variedade da língua, um dado momento de sua existência (portanto numa abordagem sincrônica)”.


Possenti (1996): “o modo de conseguir na escola a eficácia obtida nas casas e nas ruas é imitar da forma mais próxima possível, as atividades lingüísticas da vida. Na vida, na rua, nas casas, o que se faz e falar e ouvir. Na escola as práticas mais relevantes serão, portanto, escrever e ler”.
http://literaturaimparcialista.blogspot.com
Divulgue acessando:

Nenhum comentário:

Postar um comentário