Educador e educação Kant

À liberdade de pensar opõe-se em primeiro lugar a coação civil (...) Em segundo lugar, a liberdade de pensar é também tomada no sentido de que se opõe a toda coação à consciência moral (...) Em terceiro lugar, a liberdade de pensamento significa que a razão não se submete a qualquer outra lei senão àquela que dá a si própria (Kant, 1974, p. 92, 94).

"a criança seja completamente impregnada não pelo sentimento, mas pela idéia do dever!" (Kant, 2006, p).
(2006, p. 77) "os homens que não se pospuseram certas regras não podem inspirar confiança; não se sabe como se comportar com eles".
"educada de modo que nada possa conseguir gritando, ela se torna livre, sem ficar sem vergonha e, modesta, sem ser tímida" (Kant, 2006, p. 51)
"A espécie humana é obrigada a extrair de si mesma pouco a pouco, com suas próprias forças, todas as qualidades naturais, que pertencem à humanidade. Uma geração educa outra" (Kant, 2006, pág.12).
Kant (2006, p. 11), inicia a obra Sobre a Pedagogia afirmando que "o ser humano é a única criatura que precisa ser educada".




Nenhum comentário:

Postar um comentário