FILOSOFIA, SOCIEDADE E FILÓSOFOS

“[...] um conjunto de filosofia ou de correntes filosóficas cuja marca comum não são os pressupostos e as conclusões (que são diferentes), mas o instrumento de que se valem: a análise da existência” (ABBANANO, 200, p.402).

“em Diderot, Voltaire e Kant o homem possui uma natureza humana; essa natureza, que é o conceito humano pode ser encontrada em todos os homens, o que significa que cada homem é um exemplo particular de um conceito universal: o homem” (SARTRE, 1987, p.5).


Edgar Morin (2001, p. 92):  Na história, temos visto com freqüência, infelizmente, que o possível se torna impossível e podemos pressentir que as mais ricas possibilidades humanas permanecem ainda impossíveis de se realizar. Mas vimos também que o inesperado torna-se possível e se realiza; vimos com freqüência que o improvável se realiza mais do que o provável; saibamos, então, esperar o inesperado e trabalhar pelo improvável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário