A sociologia no Brasil

... a sociologia, no Brasil, ser autêntica na medida em
que colaborar para a autoconsciência nacional, na
medida em que ganhar em funcionalidade,
intencionalidade e, conseqüentemente, em originalidade.
. . . Em resumo, sem a disposição para empreender
a sua autocrítica, a sociologia no Brasil não poder
realizar a sua tarefa essencial - a de tornar-se uma teoria
militante da própria realidade nacional (Ramos,
1953, In 1956, p. 26)


Principalmente, quando tentam explicar os nossos problemas
políticos e jurídico-sociais, muitos o fazem segundo
estudos marxistas aplicados a países estrangeiros,
ou segundo aplicação mecânica de categorias
marxistas. Procedimento este, diga-se logo, que contraria
a essência do marxismo, mas que assinala a força
do impacto da situação colonial na psicologia do
colonizado (Ramos, 1957, p. 21).


Nenhum comentário:

Postar um comentário